terça-feira, 9 de setembro de 2008

Ícaro

Caí! Mais uma vez, Caí!
Tombei do sonhar alto
Por fugir à mesquinhês
Dos que vivem o fim do mês
Junto ao solo de asfalto.

E mais uma vez me levanto!
Uma; e outra; e outra ainda,
E tantas quantas eu cair,
E ainda mais uma vez!

E se o dia chegar
Em que eu ouse aprender,
Sem cair!,
O segredo fino de voar,
Ainda mais alto hei-de subir!

Leonel Auxiliar 1995/96

2 comentários:

Minh Huyn disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Leonel Auxiliar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.